Core Assessoria em Marketing

O ano de 2020 está sendo marcado por momento de incertezas, para todo o mercado mundial. A crise da COVID-19 mudou a rotina de atuação e trouxe para as empresas novos desafios, principalmente o distanciamento social. Com isto, fazer ações de marketing e vendas tiveram que ser revistas e adaptadas para lidar com a situação.

De acordo com recente relatório de maio/2020 da Mckinsey&Company, as empresas resilientes direcionam esforços para os 3Rs (Responder, Retornar e Reimaginar) simultaneamente. O relatório explica que atualmente, a maioria das empresas está respondendo à crise, focando mais no gerenciamento da crise do que na retomada e em reimaginar o “novo normal”.

Nós da Core Assessoria em Marketing já vínhamos trabalhando antes da crise com metodologia própria, denominada também de 3 Rs (Repensar, Reequilibrar e Repensar) voltada para o marketing mercadológico. Feliz coincidência!

No 3Rs da nossa metodologia, analisamos essas 3 etapas progressivas, iniciando pelo Repensar onde revisitamos o seu planejamento e as comparamos com as principais mudanças que estão ocorrendo com o cenário atual, analisando os impactos que os novos drives estão causando no seu ambiente externo e interno, mercado, consumidor e concorrência. Para podermos ter um comparativo do comportamento de sua empresa versus os players que também, atuam no mesmo mercado.

Na segunda etapa, o Reequilibrar, baseado na análise da etapa anterior, completamos o diagnóstico, mas desta vez, considerando e comparando a sua forma de atuar versus a “nova normalidade” que exige novos padrões, novos hábitos de consumo, equalizando os objetivos, segmentos e posicionamento da empresa. Aqui podemos avaliar o que precisamos adaptar para poder continuar vendendo no mercado durante e pós crise.

E por fim, na terceira etapa, o Redesenhar com base no diagnóstico das duas etapas anteriores, poder aumentar a lente nos fatos e percepções, e assim poder traçar e reestruturar as estratégias, para suas ofertas de produtos, preços, canais e comunicação.

 

Ações


REPENSAR

Medir os Impacto do Ambiente Externo e Interno

Como usar os Pontos Fortes para minimizar a situação?

Quais oportunidades que posso alavancar?

Quais as transformações em recursos, tecnologia, economia, política, leis?

Mercado

Quais os fatores-chaves de sucesso agora?

O que tenho que ajustar para continuar?

Como será evolução do mercado no seu segmento?

Consumidor

O que mudou no comportamento de compra e consumo?

O que o consumidor irá valorizar?

E-CRM – consumidor digital faz parte do seu negócio?

Concorrência

Quais as modificações estruturais da competição?

Os concorrentes diretos e indiretos permanecem os mesmos?

Que ações os concorrentes estão implementando?


REEQUILIBRAR

Objetivos

Traçar objetivos para pós crise – como retomar o mercado de onde paramos?

Segmentação/Posicionamento

É possível ofertar a outros mercados menores ou em outras regiões?

O posicionamento atual faz sentido frente aos mercados pós crise?

Quais a vantagens competitivas da sua empresa nesse novo mercado?


REDESENHAR

Produto

Adaptar (atuais) ou desenhar novos produto/serviços para novos mercados.

Preço

Avaliar quanto o consumidor está disposto a pagar.

Estabelecer preço baseado no valor do consumidor.

Canais

Reavaliar os atuais canais de compra e a necessidade de incrementar novos que estão sendo acessados pós crise pelos consumidores

Comunicação

Banco de dados – pós crise – como usufruir?

Formas de divulgar oferta e estabelecer comunicação constante com o público-alvo.

Promover a marca através do marketing digital, aproveitando custo mais baixos nesse momento


 

 

O mercado consumidor está emergindo trazendo novas mentalidades subjacentes durante a crise e tendência um novo comportamento, valorizando um consumo mais seguro e consciente e de preservação a saúde com mais qualidade de vida.

“Vêm aí novos tempos – nova normalidade”.

Silvana A Sganzerlla
Core Assessoria em Marketing
www.coremkt.com.br
Tel: 11 5522-5583 | 96398 4005

 

Fontes: O novo consumidor pós COVID – Maio/2020 – Fernanda Hoefel e Marcelo Tripoli, Mckinsey&Company